Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Entrevista de Ricardo Ferreira a Américo Silva

 

Um grande ano de 2009 aproxima-se, apesar das dificuldades acrescidas destes tempos difíceis em que a crise internacional já se começa a sentir no seio de pequenas comunidades como a freguesia das Monteiras do conselho de Castro Daire. O executivo da Junta de Monteiras, composto pelo presidente Américo Silva, secretário Dinis Cunha e o tesoureiro Mário da Silva, têm contornado o problema com um tremendo esforço no “crescimento visível” da Freguesia, melhorando as infra-estruturas já existentes bem como a criação de um espírito de união da comunidade. Ressaltam á vista as inúmeras obras realizadas nesta freguesia plantada ao sol da serra de Montemuro.
 
 
Ricardo Ferreira (RF) O que levou a candidatar-se à presidência da Junta de freguesia?
 Américo Silva: (AS) O que me levou a ser candidato a esta junta de freguesia, deve-se ao carinho, amizade e orgulho que tenho pela minha Freguesia e pelas pessoas que nela habitam. Foram estes que me deram força e vontade para hoje ser Presidente da Junta da Freguesia de Monteiras.
 
RFerreira- Sei que o Senhor Américo tem uma vida bastante agitada e preenchida, podia-nos contar um pouco da sua vida dedicada ao serviço da população.
 
 
ASilva - Gostaria de clarificar que o facto de eu cantar ao desafio é um divertimento e não uma profissão, mas divirto-me imenso com essa distracção!

 

    Sou Empresário de artigos de vestuário, com duas lojas abertas ao público, uma em Oliveira de Frades outra em Castro Daire, que se identificam por “Boutique Top Model” e é daí que advém o sustento para a minha família.

Ser útil é dignificante para qualquer pessoa, julgo! Eu quando ajudo alguém sinto-me realizado e satisfeito comigo mesmo. Portanto, ao longo da minha vida tenho feito muitas e várias coisas ao serviço das outras pessoas, nas iniciativas a que me proponho, nunca virei a cara a ninguém que necessitou da minha ajuda e da minha colaboração.
Sou Presidente da Ass. Cantadores ao Desafio e Tocadores de Concertina da Beira Alta, também aí tenho honrado a minha terra e o Concelho, no entanto, por vezes, alcançar alguns objectivos é o dom de quem gosta daquilo que faz.
 
 
RFerreira -Apesar de ter uma vida preenchida, como consegue conciliar a presidência da freguesia?
 
ASilva- É de facto difícil a conciliação, mas tenho conseguido gerir e conciliar normalmente, ficando a dever muito à minha esposa, tanto pelo tempo que estou ausente, como também pela importância que ela desempenha na minha vida particular e comercial, pois sem o apoio da minha esposa, não podia dedicar tanto tempo à Freguesia.
 
 
RFerreira – Foi no dia 16 de Novembro de 2008 o 3º Convívio de São Martinho. Que importância tem para a freguesia este certame?
 
ASilva- O convívio do São Martinho é uma iniciativa que estava na minha imaginação antes de ser Presidente da Junta. O motivo da realização desta festa convívio, tem como principal objectivo juntar a Freguesia de Monteiras numa iniciativa conjunta.
Como sabes, existem cinco lugares nesta freguesia, designadamente Monteiras, Relva, Colo de Pito, Carvalhas e Eido, tendo três destes cinco, uma Associação com os seus objectivos associativos próprios.
As pessoas tinham a percepção que aquilo que era feito noutro lugar que não o da sua residência era menos necessário que as necessidades das obras da sua terra, como por vezes pareciam que os outros povos da freguesia fossem distantes, o que não é verdade!
Com este evento, a freguesia interliga-se mostrando cada um dos intervenientes os seus pareceres, em relação ao Lugar onde reside e sua opinião as necessidades da Freguesia, minimizando estas opiniões, e associam-se á festa pela mesma razão e motivação. 
A feira da castanha poderá no futuro ser uma atraccão, muito importante para esta freguesia, visto termos quantidade e qualidade de castanha na freguesia e muita plantação de castanheiros na actualidade, por parte dos produtores.
 
 
 
RFerreira -Que população tem neste momento a freguesia das Monteiras?
 
 ASilva- Neste momento a população residente nas Monteiras é de 560 pessoas!
 
RFerreira - No seu entender quais são as grandes dificuldades da Autarquia?
 
ASilva-  As principais dificuldades da Freguesia, são falta de emprego, escassos meios financeiros para fazer face ás nossa necessidades, deficitário saneamento básico, qual aguardamos uma breve resolução por parte da Câmara Municipal de Castro Daire. Será de igual modo, importante a construção de um Lar ou Centro de Dia na Freguesia, para poder conceder aos idosos o conforto que estes precisam e merecem, visto ser esta a faixa etária predominante em Monteiras. 
 
“É importante a construção de um Lar ou Centro de Dia na Freguesia, para poder conceder aos idosos o conforto que estes precisam e merecem.”
 
RFerreira -Quais os projectos da Junta que mais evidencia no exercício do seu mandato ou que poderá vir a realizar?
 
ASilva-  Os principais objectivos desta Junta prendem-se com o desenvolvimento da mesma, para isso temos em mente algumas ideias que são as seguintes; construção da Sede da Freguesia, que se encontra em fase de acabamento, o saneamento básico em toda a freguesia, recuperação de património, como moinhos, canastros, fontanários, cruzeiros, fornos comunitários e a criação de um Museu Etnográfico, alargamento de caminhos rurais e regadios e requalificação do Parque de lazer da Senhora da Ouvida, entre outros.
 
“Tenho uma percepção positiva no crescimento desta freguesia, a atractivos para consumidores do Turismo Rural."
RFerreira -Como é que perspectiva o futuro para a freguesia.
 
ASilva-  É de realçar o facto da posição geográfica em que nos encontramos, na minha opinião terá consequências benéficas para esta freguesia no futuro, através das boas acessibilidades que dispomos, nomeadamente a A24, poderão ser a atracção a investidores na Zona Industrial e uma maior facilidade de visita por parte de eventuais turistas.
 Tenho uma percepção positiva no crescimento desta freguesia, já é notório o crescimento da indústria na Zona Industrial da Senhora da Ouvida, teremos futuramente um aumento de receitas próprias, provenientes de energia eólica, assim como uma Sede de Freguesia digna de corresponder ás necessidades dos cidadãos desta terra, perspectivando ainda uma atracção turística, criando produtos turisticos para os consumidores do Turismo Rural.
 
RFerreira -Nas acções que teve como Presidente da Junta, qual foi o projecto que lhe deu mais gosto de realizar. 
 
ASilva-  Todos os projectos são importantes, houve alguns mais relevantes, o largo do são João na Relva, a construção do Parque do Torrão em Colo de Pito, o alargamento da Rua Direita, a construção de WC’s públicas nas Monteiras, renovação do Largo da Fraga da Laje na Relva, a exploração da água do Cacheiro da Porca e a canalização até as bicas da povoação de Carvalhas e Relva, a abertura de estrada do corgo da Monteira ao Eido e construção de Poças para regadios, entre outros.
 
RFerreira -Alguma mensagem que queira deixar aos cidadãos da freguesia das Monteiras.
 
ASilva- A mensagem que eu deixo é a seguinte;
Meus caros amigos, nesta altura de contenção que o país atravessa, peço-vos a maior compreensão nas limitações financeiras da Junta de Freguesia, as quais nos limitam a satisfazer as minhas e as vossas expectativas, mas tudo irei fazer para que tudo seja superado e assim satisfazer as necessidades.
Bem hajam a todos, um grande abraço, cheio de profunda amizade a todos os filhos e residentes desta freguesia, pelo carinho e afecto que me têm demonstrado ao longo destes três anos, á frente desta Freguesia.
 
RFerreira -Muito obrigado Senhor Presidente, pela entrevista concedida, que o ano de 2009 lhe traga grandes sucessos tanto a nível profissional como pessoal.
 

 

publicado por juntadefreguesiamonteiras às 15:41

link do post | comentar | favorito

Monteiras

pesquisar

 

Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Novidades

Feliz Páscoa

Inauguração da Nova Sede ...

Edital para Eleiçoes da A...

Entrevista de Ricardo Fer...

A neve chegou...

Convívio de São Martinho.

Maravilhas da minha terra...

Feira da Castanha e Conví...

Incêndio em Monteiras

Dia Internacional do Idos...

Arquivos

links

subscrever feeds